quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Ajudem a manter o blog

     Hoje não irei falar sobre saúde mental, sobre andanças e nem sobre o que costumo postar normalmente aqui no blog.
Serei o mais breve e simples possível. O titulo da postagem se refere à ajuda para a manutenção do blog, mas não é bem isso. A verdade é que não tenho custo nenhum em escrever estas humildes postagens. Faço tudo isso com o maior prazer, sempre gostei de escrever, e se puder com isso ajudar de alguma forma as pessoas, também estará ajudando a mim mesmo, me tornando uma pessoas mais útil para a sociedade.
    Acredito sim que o que escrevo tenha alguma utilidade sim, pois infelizmente no Brasil o atendimento na área da saúde mental ainda deixa muito a desejar, apesar de alguns progressos. Um atendimento mais humanizado, em que a consulta seja um verdadeiro "Diálogo Aberto" é o que sempre desejei que acontecesse. Mas infelizmente o que vejo é a falta de diálogo e confiança na relação paciente e médico. E também deixa a desejar por falta de estrutura, apesar de termos sim bons profissionais e bem intencionados.
   Mas voltando a questão da manutenção do blog, repito que não existe gasto nenhum.  Já houve algum gasto, quando estava fazendo as minhas andanças e aí tinha que pagar pelo acesso à internet em alguns locais. Mas também repito que foi e é o maior prazer tentar ajudar algumas pessoas, quando estou me sentindo bem.
    Então o que peço nesta postagem não é uma ajuda para a manutenção do blog, e sim para mim mesmo. Estou em uma situação financeira um pouco complicada, pois atualmente estou morando em um local um pouco acima do meu orçamento. Estou morando atualmente neste local pois é o que consegui achar, pois os quesitos que mais aprecio em uma morada são: a paz, a tranquilidade e o respeito. Infelizmente tive que sair de dois locais com um aluguel mais barato devido ao fato de não poder dormir direito, devido à bagunça e a falta de respeito ao sono alheio, já que alguns moradores ficavam até altas horas da madrugada conversando e fazendo outras coisas que não são adequadas em um local onde várias pessoas de hábitos diferente convivem.
   Devido à este aluguel em alguns meses a situação fica complicada, mas dá para ir levando. Poderiam me dizer para voltar a trabalhar. Confesso que se tivesse condições para tal, nem teria cogitado a possibilidade de me aposentar. No momento tenho que ir me virando com o salário mínimo da aposentadoria, ou seja, quase metade do salário é para o aluguel. No momento ainda estou à procura de algum quarto mais barato, mas que tenha o mínimo de tranquilidade, pois sei que as horas de sono são muito importantes para a minha saúde mental. Aliás, é para todos.

    Muitas pessoas já me ajudaram desde que o blog foi fundado. Mas não peço nenhum sacrifício por parte dos leitores. Não é uma obrigação, Qualquer valor é bem vindo, pois com todos ajudando com pouco poderei sair desta situação. O valor pode ser depositado em qualquer agência lotérica ou em qualquer banco e até através do internet banking, na seguinte conta:
Caixa Econômica Federal
   Julio Cesar dos Santos de Oliveira
   Agência 2332 Ipatinga MG
   Caixa Econômica Federal
   Operação 013
   Conta 00035331-3
email: juliocesar_555@yahoo.com
           juliocesar-555@hotmail.com
   Atualmente estou morando em Belo Horizonte, a conta ainda é da cidade de Ipatinga, mas ainda a uso para estes fins aqui no blog, pois não uso o cartão que recebo a minha aposentadoria para outros fins. Também a compra do livro que escrevi me ajudaria bastante, no momento estou vendendo somente no formato PDF, que é enviado através do email ou pelo facebook mesmo.
O link para maiores informações sobre o livro Mente Dividida
http://memoriasdeumesquizofrenico.blogspot.com.br/2012/08/mente-divida-memorias-de-um.html

   Caso não tenha condições de ajudar, não tem problema algum. O blog como já  disse é feito com o maior prazer e sem intenção de algum tipo de retorno financeiro. Só o fato de me sentir uma pessoa útil já é o bastante e suficiente para continuar a escrever. A participação de todos pelos comentários também ajuda bastante a enriquecer as postagens.
Obrigado.

13 comentários:

  1. Difícil sua situação tanto quanto a minha hj tomei uns 4 diazepan. Não estou nada bem. É uma luta só onde os familiares se afastam. Mas vc é batalhador. Não deixe de postar eu sinto falta. Nós somos sozinhos e incompreendidos. Eu acredito Em Deus ainda. Por isso não consigo tirar minha vida. Vc vai conseguir Júlio. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Tente dar uma maneirada no diazepan, a tendência é só ir aumentando a dose. Com muito esforço consegui diminuir de 20mg para 2mg. Parar está sendo muito difícil.

      Excluir
  2. Júlio vc não tem postado, está deprimido? Tenho andado canasada, sem ânimo. Mas me preocupo com vc rapaz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou um pouco cansado também, não tenho dormido muito bem, moro em um local que era tranquilo até usuários de drogas alugarem um quarto próximo ao meu.Parece que isso é uma praga, sei lá. Sempre quando me mudo para um local tranquilo aparece depois de alguns meses um usuário de drogas que não respeita o sono alheio.
      Não sou moralista, na minha opinião cada um pode fazer de sua vida o que bem entender, desde que não esteja prejudicando o próximo.

      Excluir
  3. Olá Júlio!
    Você é um exemplo para todos nós, é resiliente, passa por uma situação tão difícil e dar a volta por cima e não fica reclamando. Com essa mania de perseguição eu fiz a maior burrice da minha vida, que foi pedir demissão e hoje sou sustentada pelo meus pais, tenho medo de sair, fico me comparando com pessoas que não tem o mesmo problema que eu e só fico reclamando da vida e de tudo por ter raiva de ser assim.
    Venho sempre aqui para saber como você está e ler alguma coisa, para acordar e ver a realidade desse transtorno e ver que não é só eu que sofro, tenho que me esforçar e ser mais grata pelas pessoas que tenho ao meu redor.
    Irei falar com minha mãe e tenho certeza que ela vai te ajudar com alguma quantia, te desejo força.
    Geisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras.
      Quanto à sua mania de perseguição, não se culpe pelo fato de ter pedido demissão. Só quem passa por esse tipo de situação sabe o quanto é difícil se manter no mercado de trabalho tão disputado como é hoje em dia. Acredito que essa disputa nas empresas pode atrapalhar um pouco e ajudar a desenvolver a mania de perseguição.
      Mas você chegou a tentar ajuda médica? Talvez no seu caso uma dose mínima de algum medicamento possa ajudar e quem sabe assim voltar a trabalhar.
      Obrigado pela visita ao blog.

      Excluir
  4. Você falou tudo, eu trabalhava em um determinado setor e não era nada fácil, o fato de ser proativa e entregar as demandas no prazo não agradava algumas pessoas que me perseguiam eu não sei porque, teve alguns colegas de trabalho me alertaram sobre isso (Veja que não era fantasia minha), mais com já estava com esses problemas não aguentei a pressão. As vezes fico achando que não tem mais jeito sabe, mais vou seguir seu conselho de ir ao psiquiatra novamente tentar uma nova medicação, pelo menos para me acalmar.

    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Júlio, não desista, voc é uma pessoa admirável e guerreira. Segure nas mãos de Deus e do seu filho nosso irmão maior, Jesus, Ele é nosso médico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não estou desistindo, mas também aprendi a não deixar tudo nas mãos de Deus. Temos que parar de pedir as coisas caiam do céu e mais agradecer do que pedir coisas para o criador. Tenho a minha fé e aprendi a não pedir tanto e sim agradecer, apesar de tudo. Temos sim que pedir condições físicas e mentais de correr atrás de nossos sonhos. Essa ajuda financeira é apenas provisória.

      Excluir
  6. voce se aposentou por esquizofrenia, voce tem algo falando sobre isso como foi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, conto como tudo aconteceu em meu livro.
      http://memoriasdeumesquizofrenico.blogspot.com.br/2012/08/mente-divida-memorias-de-um.html

      Excluir
  7. Júlio vc acredita nessa política antimanicomio aqui no Brasil. E paciente que as vezes realmente necessita de um internamento. Detesto os CAPS da minha cidade. A gente fica presos a compromissos. A falsos amigos.

    ResponderExcluir
  8. otimo blog
    parabéns continue sempre....

    ResponderExcluir